Rede de Divulgação


Voltar

Como a tecnologia vai potencializar o trabalho das máquinas agrícolas

Indústria desenvolve uma camada digital que vai ajudar os produtores rurais a fazer a gestão das fazendas com o máximo de aproveitamento dos dados gerados pelas máquinas.

São Paulo, SP | 16/10/2020

Todas as máquinas agrícolas que saem hoje das fábricas chegam em campo com sensores e outras tecnologias que antes eram vistas, apenas, em setores industriais, como de TI e computação

As supermáquinas hoje são capazes de alertar os seus operadores sobre a temperatura dos motores, a quantidade do giro das rodas, entre muitos outros dados que ajudam a controlar o desgaste de peças para realizar manutenções preditivas, com o grande objetivo de não deixar as máquinas pararem.

Para que todos esses dados que são gerados pelas máquinas estejam habilitados para serem analisados, é preciso, entretanto, uma plataforma que vai classificar as informações e gerar relatórios úteis para a gestão do dia a dia nas fazendas.

Nova camada digital potencializa o uso das máquinas

Empresas de máquinas agrícolas têm desenvolvido uma camada digital de atendimento ao cliente, que inclui uma plataforma em formato de aplicativo. Antes, vendiam somente máquinas, produtos. Hoje, com as novas exigências dos consumidores precisaram desenvolver serviços que vão ajudar o usuário a aproveitar ao máximo toda a tecnologia que acompanha os maquinários. 

"Desenvolvemos um aplicativo que centraliza todos os serviços que a empresa oferece, sendo um ponto de contato único entre nós e nossos clientes", comenta Guilherme Panes, gerente de desenvolvimento de negócios da Jacto, um grande player do setor. 

Panes explica que pelo aplicativo, o cliente poderá abrir chamados, tirar dúvidas, mandar perguntas e sugestões, ler notícias sobre a empresa, consultar folhetos de produtos, localizar revendas mais próximas à fazenda, realizar treinamentos e utilizar ferramentas que facilitam e agilizam os ajustes das máquinas. 

"Neste aplicativo criamos também um sistema de comunicação fechado entre gestores, gerentes, operadores, funcionários da fazenda que permite troca de informações sobre a gestão da operação e arquivos. Permite acessar lista de contatos, dados das máquinas, compartilhar informações sobre um talhão, por exemplo, além de oferecer mapas de telemetria para que a gestão das operações seja acompanhada em tempo real", explica Panes. 

O foco é na excelência da experiência do cliente

Valdir Martins, diretor comercial da mesma empresa acredita que esta camada digital tem um grande potencial também para a área de Pesquisa e Desenvolvimento: “esta ferramenta tem um potencial gigantesco para nos aproximarmos dos clientes, e os clientes de nós. Vai facilitar a troca de experiências para entendermos melhor o funcionamento das nossas máquinas em campo, como elas estão sendo usadas no dia a dia, se toda a tecnologia que empregamos está sendo usada corretamente e também para ouvirmos sugestões de melhorias e aprimorarmos nossos projetos futuros”, comenta.

A partir de agora, os produtores rurais passam a ter muito mais do que uma máquina: ganham todo um ecossistema de serviços e soluções digitais que melhoram a sua experiência de uso do equipamento e gestão de suas operações. 

 



Website: http://www.jacto.com