Rede de Divulgação


Voltar

Juros reais negativos: o que pode acontecer se a Selic ficar abaixo da inflação

Com a Selic no menor valor de sua história, o investimento mais popular do Brasil (a poupança), sofre diretamente

São Paulo, SP | 14/11/2019

No final de outubro o Comitê de Política Monetária (Copom) cortou a taxa Selic para 5%, sendo que o órgão sinalizou nos últimos dias que os cortes devem continuar durante este fim de 2019. A previsão é que a Selic termine o ano em 4,5%, valor abaixo da inflação projetada para os próximos 12 meses o que tem impacto direto em um dos modelos de investimentos mais populares do brasileiro, a poupança.

 O retorno da poupança, atualmente, equivale a 70% da Selic, somada à Taxa Referencial (TR). Com a Selic no seu menor valor das últimas três décadas, o rendimento da poupança está a 3,43%. Este valor é 0,11% abaixo da projeção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para os próximos 12 meses.

Dessa forma, quem investe em poupança pode ver seu investimento ser corroído. Já que o valor da inflação pode estar acima da taxa de juros. Oferecendo ao investidor um juros real negativo. 

Vale ressaltar que a poupança é um dos ativos mais populares. Esta forma de investimento é a opção de oito em cada dez investidores brasileiros e sinônimo de segurança para o poupador.

Em dado divulgado no final de outubro, o valor de capital investido existente na poupança representava cerca de R$818 bilhões, montante que corresponde a mais de 15% do capital que existe investido em renda fixa no país. 

Ainda assim, especialistas indicam que o número de pessoas que devem retirar seu dinheiro da poupança não deve ser alto, mesmo com este cenário. A principal justificativa é que a população não conhece os demais investimentos disponíveis no mercado que oferecem rendimentos maiores.

A poupança é apenas um exemplo de investimento afetado no contexto econômico atual do Brasil.  Com juros reais negativo, todos os investimentos em renda fixa são afetados diretamente.

Segundo economistas, alguns tipos de investimento de renda fixa serão mais afetados por este cenário. Principalmente aqueles não são atrelados à inflação.

No momento que investimentos de renda fixa estão sendo afetados , o mercado aponta a migração para investimentos em renda variável. Esses investimentos podem oferecer bons retornos relativos à renda fixa, ao mesmo tempo que oferecem risco para o investidor.

Por serem ativos que oferecem potencial de perda de capital, é importante que o investidor estude sobre os investimentos que ele tenha interesse em aplicar. Dessa forma, ele terá consciência de como pode ocorrer potenciais perdas no capital e tomar decisões mais assertivas relativas ao investimento.



Website: https://www.sunoresearch.com.br/