Rede de Divulgação


Voltar

Mega da Virada: como investir o prêmio e o que isso pode nos ensinar?

A Mega da Virada está logo aí, e quase todo mundo fica com aquela tentação de fazer um joguinho para tentar entrar no ano novo com a condição financeira dos sonhos. Afinal, quem não quer ser milionário? Mas apesar das quantias pagas pelas loterias em diversos tipos de jogos parecerem gigantescas, muita gente consegue a proeza de perder tudo e até ficar endividado. E acredite, isso não é tão difícil de acontecer!

Rio de Janeiro, RJ | 31/12/2018

A Mega da Virada está logo aí, e quase todo mundo fica com aquela tentação de fazer um joguinho para tentar entrar no ano novo com a condição financeira dos sonhos. Afinal, quem não quer ser milionário? Mas apesar das quantias pagas pelas loterias em diversos tipos de jogos parecerem gigantescas, muita gente consegue a proeza de perder tudo e até ficar endividado. E acredite, isso não é tão difícil de acontecer!

De acordo com uma pesquisa americana da National Endowment for Financial Education (NEFE), 70% dos sortudos que enriquecem com a loteria perdem tudo em poucos anos. E o motivo é quase sempre o mesmo: gastos excessivos de forma extremamente rápida e sem nenhum planejamento a longo prazo, conforme explica Ruan Nogueira, da Turn Wise - Educação Financeira. "Na maioria das vezes as pessoas estão acostumadas com uma quantidade de dinheiro extremamente limitada, e quando veem um grande montante em suas mãos acabam acreditando que aquele capital é infinito. O resultado vem a jato: perdem tudo que conquistaram".

É claro que se você ganha uma grande quantidade dinheiro você deve gastar com um monte de coisas que você nunca teve oportunidade, mas é preciso fazer isso com inteligência e planejamento. O segredo é equilibrar os gastos com os investimentos, garantindo que o seu dinheiro esteja se multiplicando e que você não esteja perdendo capital, e sim fazendo ele crescer.

Dito isso, muitas pessoas logo pensam: "eu colocaria tudo em uma poupança e viveria de renda!". Essa é a primeira ideia de todo mundo, tendo em vista que esse é o investimento mais popular entre os brasileiros, e provavelmente o mais conhecido. Todo mundo já teve ou conhece alguém que já teve uma poupança, e ela está muito próxima da nossa realidade e envolta em uma aura de segurança e rendimento contínuo. Será que é isso mesmo?

Muitas pessoas nem consideram a poupança um investimento significativo, aponta Ruan. "Ela pode ser segura, mas seus ganhos são bem pequenos, e em alguns casos podem ser menores do que a inflação, o que na prática significa que você está perdendo potencial de compra", explica o especialista. Uma alternativa a caderneta que vem ganhando cada vez mais popularidade é o tesouro nacional. "Esse tipo de investimento é considerado tão seguro quanto a poupança, mas entrega rendimentos muitíssimo maiores para quem opta por eles", completa.

Além da baixa rentabilidade, os investimentos feitos na poupança precisam esperar 30 dias para poder ter seu rendimentos resgatado, e se você fizer antes desse prazo poderá perder o rendimento acumulado. Já no tesouro direto a rentabilidade é diária e, mesmo pagando imposto, você irá receber bem acima da poupança.

Essas situações de derrocadas financeiras épicas podem nos ensinar muito sobre como organizamos as nossas finanças. Com pouco ou com muito dinheiro, a grande chave é equilibrar os seus gastos com investimentos seguros que possam garantir os seus planos futuros. Isso vale tanto para um novo milionário quanto para alguém que recebeu uma herança, uma aposentadoria acumulada, uma indenização ou até mesmo para o seu suado salário de todo mês.

E aí, vai fazer suas apostas na Mega da Virada? Seja qual for a sua decisão ou os resultados do sorteio, é bom manter a vida financeira em dia. Talvez você não ganhe milhões, mas pode tirar muitos sonhos do papel se conseguir se planejar. Pense nisso e feliz 2019!



Website: https://www.turnwise.com.br/