Portal Fator Brasil - Instrução que permite divulgação de fatos relevantes na web é elogiada por especialistas

Voltar
Veículo: Portal Fator Brasil
Data: 22/05/14
 

 
Instrução que permite divulgação de fatos relevantes na web é elogiada por especialistas
 
Migração do meio impresso para o online passa a ser assunto em empresas de capital aberto. Isso devido à nova decisão do órgão regulador do setor, a CVM, que passou a aceitar a publicação de fatos relevantes em sites (o que antes era restrito a jornais de "grande circulação"). Tema foi discutido em webinar produzido no escritório do Comunique-se e transmitido ao vivo para 100 internautas.
 
A instrução 547/14 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que permite a divulgação de fatos relevantes de companhias de capital aberto em portais de notícias, foi tema do webinar realizado na última semana, diretamente da sede do Comunique-se em São Paulo. A conversa, que contou com a colaboração de executivos do mercado - como representantes de Abrasca, IBRI e RIWeb -, teve a participação de 100 internautas.
 
Em vigor desde 10 de março deste ano, a nova instrução da CVM desobriga as empresas da tarefa de publicarem fatos relevantes somente no meio impresso - ao menos um jornal impresso de "grande circulação", conforme registrava a norma anterior. Agora, com o aval da entidade, esse tipo de conteúdo pode ser divulgado no meio online. Para os debatedores do webinar, a decisão representa modernização para a transparência das companhias nacionais.
 
"Aplaudo a CVM, que vem evoluindo e só não evolui mais porque a legislação não permite", disse Maria Isabel Bocater (sócia sênior da Bocater, Camargo, Costa e Silva Advogados), em referência à obrigatoriedade, que continua vigente, de se publicar balanços e outros tipos de comunicados em jornais de grande circulação. A instrução 547 para ela, porém, já é um grande passo para as empresas que buscam maior divulgação de seus fatos relevantes. "O alcance da informação na internet é muito maior".
 
Ex-presidente da CVM (e sócio-advogado da Motta, Fernandes Rocha Advogados), Luiz Leonardo Cantidiano também elogiou o conteúdo da instrução 547 e, assim como Maria Isabel, destacou que para o mercado é muito mais interessante ter materiais e comunicados na internet do que em veículos de comunicação em papel. "Não basta que essa informação seja divulgada, ela tem que ser amplamente disseminada, o que ocorre de forma mais eficaz no meio online".
 
Além da possibilidade de ter documentos divulgados de forma mais abrangente na internet, Maria Isabel e Cantidiano ressaltaram a redução de custos que deve acontecer. A opinião da dupla foi endossada pelos outros dois participantes do webinar, Geraldo Soares (presidente do conselho de administração do IBRI e superintendente de RI do Itaú) e Rodrigo Azevedo (presidente do Grupo Comunique-se, responsável pela RIWeb). "A redução de custos pode ser bem grande", comentou Azevedo. "A tendência é essa. O caminho que a CVM está seguindo é o correto", enfatizou Soares.
 
Onde divulgar fatos relevantes na internet?
 
"Portal de notícias com página na rede mundial de computadores, que disponibilize, em seção de acesso gratuito, a informação em sua integralidade". Essas são as características que um site deve possuir para abrir espaço à divulgação de fatos relevantes por parte das companhias nacionais. Para atender a norma imposta pela CVM, Azevedo e Soares falaram da Rede de Divulgação, plataforma criada por RIWeb, IBRI e Abrasca.
 
"Na Rede de Divulgação, há possibilidade de disseminarmos documentos em tempo real, sem a necessidade de ter de esperar até o dia seguinte para ver o seu comunicado publicado em algum jornal", contou o presidente do Comunique-se, que destacou vantagens da plataforma. "É um canal multimídia, as empresas podem publicar fotos e vídeos, além de que, para cada fato relevante ou outro comunicado, uma URL [página] é criada na web, fazendo com que o investidor veja essa informação tempos depois de publicada, o que não acontece com o impresso".
 
Soares e Azevedo destacaram, também, o sistema de parceria adotado pela Rede de Divulgação, que tem o conteúdo reproduzido automaticamente em 85 portais de notícias, tendo o R7 (um dos endereços de maior audiência na internet brasileira) na lista. Até o fim de maio, a plataforma deverá contar com mais de 100 parceiros - e com 200 até dezembro. O CEO da RIWeb reforça que a ideia da Rede de Divulgação é abrir espaço para companhias que levem a sério o trabalho de transparência.
 
"Sabemos de páginas que oferecem seção para fatos relevantes e não cobram por esse serviço. Abrem o espaço, mas não contam com a gama de parceiros que possuímos. Na Rede de Divulgação, onde o acesso ao material publicado é gratuito, a companhia pode optar pelo plano avulso, de R$ 800, ou pelo anual, em que com R$ 4 mil, é possível divulgar de forma ilimitada fatos e outros comunicados. E, além dos parceiros, oferecemos a credibilidade de IBRI, Abrasca e Comunique-se", explicou Azevedo. "Muito mais barato do que publicar fato relevante em jornal impresso", complementou Soares.
 
A RIWeb é uma divisão de negócios do Grupo Comunique-se, único grupo verdadeiramente one-stop shopping em soluções de comunicação empresarial. A RIWeb atua no desenvolvimento de tecnologias para o mercado de relacionamento com investidores com foco na comunicação, com a proposta de complementar o trabalho em comunicação - e no relacionamento com investidores - por meio de serviços inovadores que permitam-no tirar o máximo proveito de suas ações.
 

 
Veículo: Maxpress
Data: 21/05/14
 

 
IBGC participa de evento sobre Relato Integrado
 
Palestra apresentará a estruturado documento que visa incentivar o pensamento integrado nas organizações
 
No dia 22 de maio, Sandra Guerra, presidente do Conselho de Administração do Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC), estará presente em São Paulo no evento que abordará a nova estrutura do Relato Integrado. Os presentes ainda contarão com uma palestra ministrada pelo presidente do International Integrated Reporting Council (IIRC), Paul Druckman.
 
Com uma nova versão lançada em 2013, o Relato Integrado visa promover uma conexão entre os relatórios de Finanças, Controladoria e práticas não financeiras, apresentando dados sobre Governança Corporativa e sustentabilidade.
 
Para Sandra, que também é membro do Council do IIRC, o evento será uma oportunidade de apresentar para as empresas a importância do Relato Integrado, que permite uma nova maneira para enxergar o mundo dos negócios, envolvendo e aliando diferentes áreas dentro de uma organização. "Enquanto os relatórios anuais nos mostram uma foto da companhia, o Relato Integrado apresenta um filme sobre as atividades da empresa", afirma.
 
O evento é organizado pela Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac) e Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e faz parte de uma iniciativa do Comitê Brasileiro do Relato Integrado, que, além do IBGC, conta com o apoio de nove instituições (IBEF, IBRACON, CODIM, ABRASCA, APIMEC, IBRI, CFC e BRAiN).
 
Anote na agenda
Evento: Lançamento da nova estrutura do Relato Integrado
Data: 22 de maio
Horário: 9h às 13h
Local: Teatro CRC-SP (Rua Rosa e Silva, 60, São Paulo)
 
 
Sobre o Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC)
 
O Instituto Brasileiro de Governança Corporativa (IBGC) é uma entidade sem fins lucrativos de atuação nacional e internacional, que tem como meta a busca pela excelência em Governança nas mais diversas formas de organização.
 
O IBGC promove cursos, palestras, fóruns, congresso anual e networking entre profissionais, além de produzir publicações e pesquisas. O Instituto conta, ainda, com o Programa de Certificação para Conselheiros de Administração e Conselheiros Fiscais, que permite ao participante adquirir mais conhecimento sobre um conjunto de temas necessários para o seu bom desempenho dentro das organizações. Ao obter essa certificação, o conselheiro passa a integrar o Banco de Conselheiros Certificados do IBGC.
 
Com sede em São Paulo, o IBGC atua regionalmente por meio de sete Capítulos, localizados no Ceará, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.
 
Atualmente, hospeda as atividades da Global Reporting Initiative (GRI) no Brasil, uma rede global que busca fomentar a adoção das boas práticas nas organizações. Ainda no âmbito internacional, o IBGC integra a rede de Institutos de Gobierno Corporativo de Latino América (IGCLA) e Global Network of Director Institutes (GNDI), grupo que congrega institutos de Governança ao redor do mundo.
 
Desde 1995, o Instituto contribui para o desempenho sustentável e influencia os agentes da sociedade no sentido de mais transparência, justiça e responsabilidade.
 
Para mais informações, consulte o site www.ibgc.org.br.