Posição do IBRI: "Formador de Mercado (Market Maker)"

Voltar
São Paulo, 9 de junho de 2003

Ilmº Sr.
Dr. Ricardo Nogueira
M.D. Superintendente Executivo de Operações
Bolsa de Valores de São Paulo

Prezado Senhor,

Referimo-nos à minuta de resolução colocada em audiência pública pela Bovespa que dispõe sobre o credenciamento e atuação do Formador de Mercado, regulamentando a Instrução CVM nº 384, de 17/03/03.

Inicialmente congratulamo-nos com essa prestigiosa entidade pela iniciativa de consultar o mercado acerca do assunto, o que poderá propiciar a aquisição de importantes sugestões para o aperfeiçoamento da norma ora colocada em audiência pública.

No que diz respeito à minuta de resolução propriamente dita, a Comissão Técnica do IBRI entendeu que o formador de mercado poderia contratar um agente de compensação caso não ostentasse aquela condição, não sendo, portanto, necessária a exigência contida no art. 2º, alínea "g", da minuta de resolução que obriga que o formador de mercado seja agente de custódia da CBLC.

São esses os comentários e sugestões que submetemos à sua elevada consideração.


Atenciosamente,

Epaminondas Rodrigues Baptista
Superintendente Geral
Instituto Brasileiro de Relações com Investidores - IBRI
(11) 3106-1836